Palpite Feliz

Palpite Feliz

 

Compadre Noé é homem preguiçoso que quer ganhar a vida no mole. Motivado pela ambição do dinheiro fácil, e a fim de obter um palpite para jogar na loteria, consulta um tal de Zé da Viola, médium trambiqueiro que apareceu pelas redondezas. E se dá mal, pois aposta todo seu dinheiro nos números sugeridos pelo Zé da Viola, perdendo tudo. A vida é a grande mestra e numa dessas “coincidências” que ela nos apresenta, Noé depara-se numa situação em que precisa socorrer um necessitado, que vem a ser exatamente o Zé da Viola, aquele que lhe roubou e o fez perder todo o dinheiro apostado.

Texto: Percival Callado Flores Filho e Dayse Lucy Mina
Direção: Percival Callado Flores Filho
Coreografia: Renata V. Behr
Atores: Carine S. Fernandes, Jean J. Ramos, Luis S. Fernandes, Alexsandra M. Silva, Percival Callado Flores Filho, Rogério F. Silva e Rosinete A. Conceição (primeira montagem); Ricardo Willians, Vivian Françosi, Cristiane Nazário, Silvestre Aguiar e Tiago V. Estivalete (substitutos na segunda montagem).
Estréia: 15/02/1999 – CONJESC, Blumenau

Outras apresentações:
18/02/1999 – AE Fé e Caridade
30/05/1999 – Federação Espírita Catarinense
12/07/1999 – CE Seara dos Pobres
13/08/1999 – SEEDE
06/11/1999 – Clube 12 de Agosto
14/11/1999 – Clube Sete de Setembro, Palhoça/SC
18/06/2000 – Concha da Unisul – Tubarão
19/06/2000 – Braço do Norte
13/04/2003 – Teatro Adolpho Melo